Horário de Funcionamento: Segunda à Sexta de 8:30 as 12:00 e de 13:00 as 16:00. Não há atendimentos aos Sábados, Domingos e Feriados. Contatos: (21) 2616-7462 / centroculturalpermanencia@gmail.com

A Formação Religiosa da Juventude

Mais Imagens

A Formação Religiosa da Juventude
R$79,90

Disponível: Em estoque

Editora Santa Cruz.
Edição em capa dura.
Descrição

Detalhes

A direção espiritual dos intelectuais é uma das questões mais difíceis e mais importantes da cura das almas; segundo o Cardeal Faulhaber, Arcebispo de Munique, é esse o problema principal. À primeira vista, talvez pareça exagero dedicar à direção espiritual dos jovens estudantes uma obra extensa como esta. Contudo, porque não se vergam os troncos velhos, é na educação dos jovens segundo o amor de Jesus Cristo que se apoia toda a nossa esperança nos futuros homens mais profundamente religiosos que os de nossos dias. De outro lado, os meios que aqui aconselhamos, podem, em grande parte, aproveitar-se também na direção espiritual dos homens feitos; como, por exemplo, os capítulos que tratam do Culto dos Santos, da Confissão, da Comunhão… Em nossas disquisições, visamos principalmente a juventude masculina. E não sem razão. Pois um dos motivos é ter-se feito até o presente muito mais pela direção das mulheres do que pela dos homens; outro motivo é encontrar-se justamente na conquista dos intelectuais para a religião o caminho mais natural para se alcançar o ressurgimento religioso da vida familiar e social... É teoricamente claro que o principal defeito do nosso ensino religioso está no culto do intelectualismo, incapaz de aquecer a vontade e cultivar o coração para frutos nobilitantes. Se é certo que às vezes é pelo materialismo didático que se vê paralisado o resultado do ensino religioso, então, também praticamente nos é lícito podar os rebentos supérfluos e nocivos, determinando para o futuro um papel mais importante ao desenvolvimento da vontade e dos sentimentos, campo até agora tão abandonado. Hoje, quando parece tão cruelmente realizado o que do intelectualismo e do povo enfraquecido disse um homem célebre, com todo o direito podemos repetir o que versejou o poeta italiano Giusti: “Escrever um livro é menos que nada, se o livro não for para tornar melhor o indivíduo”. Nosso ideal é uma educação viva, uma educação que não perca de vista a vida mesma, que forme a consciência católica, que mova à ação, que produza profundo espírito religioso, e que ao mesmo tempo ative a razão e os sentimentos. Mais alegria, luz, sol, calor, vida, intimidade…, isto é: mais alma no ensino religioso!
Informação Adicional

Informação Adicional

Editora Santa Cruz
Autor Monsenhor Tihamer Toth
Comentários

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.